BLOG QUE TEVE A SUA ATIVIDADE AO LONGO DO ANO DE 2008

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Mariana Santos de Oliveira


A semente que veio da África
(Resumo crítico)

O livro A semente que veio da África fala sobre uma árvore exótica que é chamada de Baobá ou Embondeiro ou ainda pelos cientistas de Adansônia.
No segundo capítulo eu achei que o criador não foi muito justo com a árvore a deixando de cabeça para cima, mas ela deveria ter se aceitado do jeito que ele a criou.
Mas o livro também nos traz coisas boas, como as rodas para contar lendas e histórias, o que hoje não é muito comum.
O que também me chamou a atenção foi à lenda de Nyelete, uma menina que não conhecia muito sobre os embondeiros. Em suas férias foi visitar seus avós, no campo. A menina estava muito ansiosa para conhecer esse lugar, pois seus pais falavam tantas coisas de lá. A sua avó ficou muito contente com a chegada de sua neta que a acompanhou a um passeio pelo campo. Mas o que ela queria ver de verdade era o luar, pois seus pais falavam tantas vezes do luar que ele era tão fabuloso e que se ela vise o luar saberia o significado de seu nome. Foi anoitecendo, mas não havia lua, só estrelas. Então ele resolveu perguntar para sua avó onde estava a lua. Sua avó respondeu que lá tem sim luar, mas hoje é aquilo que chamamos de eclipse de embondeiro. Sua avó lhe explicou que eclipse de emboeiro é quando a certa altura do ano os emboeiros crescem muito que conseguem tapar a lua. Ela também disse que nesta época nascem flores brancas que vivem muito pouco tempo, e ao inces de cair na terra quando morrem, essas flores vão pro céu e viram estrelas. Então o seu avô chaga e diz que aquele céu é diferente do da cidade por que lá havia várias Nyelete. Então a menina descobriu que o significado do seu nome era estrela! E a menina quis saber sobre as árvores que seus avós contavam tantas histórias.
Também gostei do livro, pois ele tem várias mensagens, mas a que mais me chamou atenção foi: "A sabedoria é como o tronco de um embondeiro. Uma pessoa sozinha não consegue abraçá-lo". (LIMA, Heloísa Pires. A semente que veio da África. São Paulo: Salamandra, 2005, p.25).
Uma coisa que me chamou a atenção foi que lá na África eles conseguem venerar as árvores, e, no entanto aqui e em outros paises não conseguimos nem respeita-las.
O livro também tem várias curiosidades sobre o fruto do Baobá, como:
*Sua polpa tem seis vezes mais vitamina C que a laranja.
*Antigamente seu suco era utilizado para neutralizar veneno.
Achei o livro muito interessante, pois ele fala sobre lendas africanas e nos fala da árvore tão exótica que é o baobá.

3 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

A Semente que veio da África

Nome: Lara Zortéa Girotto

O livro conta de duas sementes muito pequenas que vieram do continente africano, o vento soprava fraco, mas elas não se mexiam, até que o vento soprou forte e elas se mexeram, foram para muitos lugares. Bom começou a cair pingos de chuva. Mas no outro dia estava sol, passou muito tempo e as duas sementes sempre no mesmo lugar até que as duas começaram a germinar. Depois nasceram as duas arvores uma o Baobá e a outra o embondeiro, uma em cada região por isso nomes diferentes. Não gostei o que o criador fez no segundo capítulo, era só ele trocá-la de lugar um lugar longe de um rio para ela não se enxergar, porque na água a pessoa se enxerga de cabeça para baixo.
A Nyelete foi à outra região que chamavam aquelas sementinhas de embondeiro, ela estava tão ansiosa para chegar lá , pois seus pais falavam muito sobre lá . Um dos objetivos de Nyelete era saber o porquê de seu nome, ela não sabia quase nada sobre o embomdeiro, ela tinha descoberto que o nome dela vinha do luar, mas quando ela chegou lá ela descobrio, que tinha até o eclipse do embondeiro que era quando tem uma época que os embondeiros crecem muito então eles tapam a lua. É uma dessas noites que crecem flores brancas no embondeiro. Tem uma curiosidade sobre essa árvore que ela é considerada a árvore mais generosa porque nela tudo se aproveita. As frutas dessa árvore são tipo que uma cabaça, a polpa dela contém seis vezes mais vitamina C que a laranja.
No livro tem uma foto de um baobá ou embondeiro, e eu pensei que quando o livro falava que era grande, eu não sabia que era tão grande como mostra a foto!!!
Mas se bem que na foto diz que é um dos maiores baobá ou embondeiro
do mundo.